top of page

Disney Park Pass: como é o novo sistema para agendar visita nos parques de Orlando


Visitar a Disney em Orlando agora requer uma reserva antecipada no Disney Park Pass, o novo sistema de agendamento dos parques. Além do ingresso válido, todos terão de ter reservado a data e o parque da visita utilizando a nova ferramenta.


Essa é mais uma das novidades anunciadas pela Disney com a pandemia da Covid-19, que está obrigando o mundo a ter novos cuidados.


O sistema chega para controlar a quantidade de pessoas nas áreas, considerando uma redução na capacidade diária pelo distanciamento social.


Outra mudança anunciada pela empresa é que neste primeiro momento será possível visitar somente um parque por dia. É um balde de água fria em quem costumava combinar dois parques em uma única data, a fim de ganhar mais tempo na viagem.


Como reservar visita na Disney


O agendamento deve ser feito no site oficial, que de acordo com o que observamos tem apresentado instabilidade no acesso. Dessa forma, se isso acontecer, continue insistindo. Uma outra dica infalível é mudar o idioma para inglês. Confira o passo a passo para reservar a seguir!

1 – Vincule seu ingresso à conta Disney


Para começar, você precisa ter uma conta Disney. É nela que todo o planejamento da sua viagem é armazenado e gerenciado.

Em seguida, será necessário vincular o ingresso. Se mais gente for com você, é possível colocar as entradas juntas no mesmo perfil. Caso tenha uma reserva nos resorts da Disney aproveite também para vincular à conta. Depois disso, você pode começar o agendamento dos parques.


2 – Crie o seu grupo


Ao começar a fazer uma reserva, você será solicitado a “criar o seu grupo” acrescentando família e amigos. É só selecionar as pessoas que vão com você (se houver) e selecionar “continuar”.

3 – Selecione uma data e um parque


Escolha a data e o parque temático que você deseja visitar. Observe que ambas as opções estão limitadas e sujeitas à disponibilidade.


A primeira reserva de parque temático começa em 11 de julho, com a opção do Magic Kingdom ou do Animal Kingdom. A partir de 15 de julho, você também pode escolher entre o EPCOT e o Hollywood Studios.


Colocamos uma data aleatória, como 24 de outubro, um sábado, e todos os quatro parques aparecem disponíveis para reserva. Na sequência, basta selecionar o horário da visita – só há uma única opção de horário.

Depois de selecionar sua data, parque e hora, você pode confirmar a reserva.


4 – Revise e confirme seus planos


Revise e confirme com cuidado o parque e a data escolhida. Caso precise fazer alguma alteração, basta clicar em “voltar”.


Antes de confirmar, será necessário concordar com os Termos e Condições, incluindo a isenção de responsabilidade assumindo voluntariamente todos os riscos relacionados à exposição ao vírus da Covid-19. Depois é só clicar em “confirmar” para concluir sua reserva no parque. Uma vez confirmada, sua reserva aparecerá em “meus planos”.


Deseja fazer outra reserva no parque? Selecione “Fazer outra reserva” para continuar o planejamento. É importante lembrar que se você tiver um ingresso de vários dias, será necessário fazer uma reserva no parque para cada data da sua visita. Suas novas reservas aparecerão em “meus planos”, tanto no site como no aplicativo My Disney Experience.

Neste primeiro momento, as atividades que gerem aglomerações como as espetaculares paradas, shows, fogos de artifícios e até mesmo as selfies com o Mickey e sua turma estão suspensos. “Os personagens estarão nos parques de uma nova forma para entreter e deleitar os visitantes”, diz o comunicado divulgado pela Disney.


Confira mais informações sobre o sistema Disney Park Pass!


Restrição de brasileiros nos Estados Unidos


É importante lembrar que os Estados Unidos anunciaram que viajantes que passaram recentemente por solos brasileiros estão por enquanto proibidos de entrar no país. A medida se dá em função da quantidade de casos de Covid-19 no Brasil, que está entre os países com o maior número de contaminados.


A experiência Disney vai mudar?


Mudanças e mais mudanças… É realmente um novo modo de viajar e, consequentemente, um novo tipo de experiência nos parques Disney.


Estamos curiosos para saber como será na prática essa reabertura, principalmente considerando a capacidade reduzida. Será que teremos diminuição nas cansativas filas das atrações? A tendência é que exista também distanciamento social nos brinquedos, com separação de pessoas…


Além disso, com menos pessoas sendo permitidas nos parques, há uma tendência natural de que os preços subam, pela redução da oferta. Por outro lado, pode ser que a pandemia ou mesmo uma alta nos valores já caros afaste uma parte dos visitantes e reequilibre a equação. Ou até mesmo que a própria Disney opte por não repassar o prejuízo integralmente à bilheteria.

Será que esse novo sistema de agendamento de visitas e as medidas de segurança serão permanentes? Os ingressos vão ficar mais caros? Por enquanto é impossível saber. Vamos aguardar os próximos passos para saber como serão os novos caminhos para quem deseja visitar o Mickey e sua turma.


E você, tinha viagem para a Disney, e está a guardando a liberação para poder viajar? Comente abaixo e participe!



10 visualizações0 comentário
bottom of page