top of page

MITOS E VERDADES SOBRE LOCAÇÃO DE CARRO NO BRASIL

Muitos motoristas ainda contam com algumas dúvidas sobre a locação de veículos e, para auxiliá-los, decidimos reunir alguns mitos e verdades sobre o serviço no Brasil.


Há diversas estradas brasileiras que merecem ser exploradas em um roteiro rodoviário. E, nos dias atuais, não é mais necessário ter um carro para aproveitar essa oportunidade. Afinal, há muitas locadoras de automóveis para os viajantes que estão com a bagagem pronta para novas aventuras.


No entanto, os motoristas que nunca realizaram a locação de veículos podem ter diversas dúvidas que merecem respostas claras, a fim de garantir tranquilidade e segurança durante o trajeto. Pensando nisso, decidimos reunir alguns dos mitos e verdades sobre o aluguel de carros.


Como funciona o aluguel de carros?

Obviamente que, para alugar um automóvel, é preciso cumprir alguns requisitos. Com a Localiza, por exemplo, são poucas os requisitos necessários. São eles:

  • Idade mínima de 18 anos (não há exigência mínima de tempo de carteira de motorista);

  • Aprovação de crédito – realizada na retirada do veículo;

  • No caso de estrangeiros, é necessário apresentar passaporte.


Locação de veículos: Mitos e verdades


Claro que ainda há algumas dúvidas que precisam ser sanadas sobre a locação de veículos. E por isso, separamos oito mitos e verdades sobre aluguel de carros. Veja!


Mito: Locação de automóvel é burocrático


Quem nunca alugou um carro pode pensar que trata-se de um processo bem burocrático. No entanto, como podemos conferir no passo a passo acima, é algo bem simples. A questão é que cultura do aluguel de carros ainda é pouco consolidada no Brasil se comparado com os Estados Unidos e a Europa.


No entanto, este é um mito que vai perdendo a força conforme passam-se os anos. Afinal, a tecnologia também se tornou um verdadeiro aliado dos motoristas que buscam uma solução para os roteiros rodoviários.


Verdade: Bloqueio de valor por caução


Ao retirar um veículo e assinar o contrato de locação, é normal a locadora de carros exigir uma caução. Trata-se de uma retenção de um valor por meio do cartão de crédito como garantia. Após o veículo ser devolvido e revisado, a locadora entra diretamente em contato com o banco do cliente, pedindo o desbloqueio do valor.


Mesmo se o pagamento for antecipado em dinheiro ou débito, é obrigatória a caução por meio de crédito.


Mito: Permissão para atravessar fronteiras


Muitos podem acreditar que, por mais que o aluguel seja feito no Brasil, o automóvel pode ser usado em outros países vizinhos, como Argentina e Paraguai. No entanto, é importante que o cliente fique ciente que este tipo de solicitação não é possível. Caso o cliente queira andar com um automóvel locado, é preciso realizar uma reserva no país onde o veículo será utilizado.


Verdade: Não é obrigatório devolver com o tanque cheio


Ao retirar um veículo, o cliente sai com o carro com seu tanque cheio e, para devolver, o automóvel deve estar nessa mesma condição. Caso o motorista não devolva o carro com o tanque cheio, será cobrada uma taxa, baseada em um preço tabelado.


Por isso, se o cliente, por uma possível questão de conveniência, não se importar com os custos adicionais, pode devolver o veículo com o tanque vazio, visto que essa regra de devolução não é obrigatória.


Mito: Locação de carro gera alto custos


É importante saber que há alguns fatores que corroboram o valor da diária do automóvel. São eles a quilometragem (sendo ela livre ou controlada), localização e demanda (motivada, também, por feriados e finais de semana).


No entanto, é importante lembrar que há algumas vantagens que geram significativas economias para quem opta pela locação de carros. O motorista, por exemplo, não precisa se preocupar com emplacamento, manutenção e outros gastos inesperados.


Verdade: declaração de motorista adicional


É natural que, em viagens de longo curso, haja um revezamento entre os motoristas, a fim de garantir uma viagem ainda mais tranquila para o grupo. Contudo, o que poucos clientes sabem é que é necessário deixar claro que o veículo também estará sob comando de outra pessoa além daquele que realizou a reserva.


Este tipo de informação pode ser adicionada no momento da reserva de forma online. Assim, quando for retirar o veículo, o contrato já estará com o nome dos devidos condutores do carro. Desta forma, em caso de qualquer problema que venha a ocorrer, as documentações comprovarão que está sob os conformes.


Mito: a escolha de um carro específico


Muitos roteiros exigem uma categoria específica de automóvel, como um 4×4. E é baseado nessas categorias que as locadoras oferecem um automóvel aos seus clientes. Portanto, os motoristas não devem se surpreender caso o automóvel que desejem esteja em falta.


Para compensar, será locado um veículo do mesmo grupo ao qual o cliente optou. Caso o motorista queira um carro em falta, como um Jeep Renegade, por exemplo, será apresentada uma nova opção, como um VW T-Cross ou GM Tracker, dentre outros que também fazem parte da mesma categoria de veículos.


Verdade: liberdade em dirigir


Há várias vantagens em alugar um automóvel e a liberdade em poder adequar um roteiro à rotina é a principal delas. Com a locação de veículo, o cliente não precisará se preocupar, por exemplo, em chegar no horário de embarque, como é comum em aeroportos e terminais rodoviários.


Além disso, o motorista se reúne com o grupo que quiser para a viagem e realiza aquelas paradas no meio do caminho para apreciar a paisagem ou um atrativo local.


Com certeza, compreendendo melhor o processo de reserva e com essas questões esclarecidas, os motoristas terão ainda mais confiança para montar o seu próximo roteiro e aproveitar as próximas rotas disponíveis pelo Brasil.


Curtiu esse post? Compartilha com alguém e deixa seu comentário.



17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page