top of page

Para onde os brasileiros podem viajar? Confira a lista de países abertos


17/08/2021 às 12:31

Quais os países abertos para os brasileiros atualmente?

Embora esse não seja o momento para viajar a turismo, estamos acompanhando a lista de países com as fronteiras abertas desde o início da pandemia. O número é atualizado constantemente, já que as regras mudam todos os dias, a lista foi atualizada pela última vez no dia 24 de agosto.

As restrições de viagens durante a pandemia de Covid-19 afetaram os planos de muitos turistas. Embora os Estados Unidos e algumas nações da Europa tenham suspendido temporariamente a entrada de brasileiros e/ou passageiros com estadia recente pelo Brasil, outros países iniciam lentamente um processo de reabertura de fronteiras e retomada de voos internacionais.

Países abertos para brasileiros

Neste momento são mais de 100 países abertos para os brasileiros. Nesse post detalharemos as regras das nações mais importantes e procuradas pelos viajantes do Brasil no mundo todo. Vale destacar que antes de reservar sua viagem é importante confirmar as informações atuais nos sites governamentais, já que as mudanças podem ocorrer a qualquer momento.

Istambul, Turquia

Atenção! As informações acima sofrem constante atualização e estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. O Melhores Destinos é um site jornalístico, que apenas divulga as informações do mapa da IATA, e não se responsabiliza pelo conteúdo. Antes de reservar seu voo, consulte a representação consular do destino e a companhia aérea. Países abertos aos brasileiros na África


África do Sul

Atualizado em 12/07/2021: A África do Sul reabriu para visitantes de todos os países, inclusive o Brasil.

Exigências: Teste negativo de Covid-19 obtido no máximo 72 horas antes do primeiro embarque da viagem (menores de cinco anos estão isentos). Um questionário online deve ser preenchido até 2 dias antes da chegada. Mais informações das regras relativas ao Covid-19 na África do Sul aqui.

Egito

Atualizado em 17/08/2021: Os voos internacionais para o Egito foram retomados desde 1º de julho de 2020, e brasileiros podem viajar para lá, desde que tenham o visto de turismo egípcio.

Exigências: A partir de 17/08/21, além do teste PCR negativo feito dentro de 72 horas antes da partida do voo para o Egito, o país passou a exigir também um “teste ID Now” na chegada, tanto para vacinados quanto não vacinados. O teste custa EGP 1000 (aproximadamente R$ 340) e deve ser arcado pelo próprio passageiro. O resultado sai em 15 minutos. Caso seja positivo, o passageiro será submetido a um teste PCR. Caso contrário, será liberado.

Estão sujeitos a nova regra todos os passageiros, independentemente do seu estado de vacinação, que tenham estado ou tenham transitado/transferido através da Argentina, Bangladesh, Belize, Bolívia, Butão, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, República Dominicana, Equador, El Salvador, Guatemala, Guiana, Haiti, Honduras, Índia, México, Mianmar, Nepal, Nicarágua, Paquistão, Panamá, Paraguai, Peru, Porto Rico, Sri Lanka, Suriname, Uruguai, Venezuela e Vietnã nos últimos 14 dias a partir da data de chegada ao Egito.

O certificado do PCR deverá conter as seguintes informações: nome completo do passageiro; número do passaporte; data e hora em que a amostra foi colhida; detalhes do tipo de amostra colhida para o cotonete e carimbo ou um código QR no certificado de teste.

Todos os passageiros também devem preencher um formulário de declaração de saúde que será fornecido a bordo da aeronave. Crianças menores de 6 anos e passageiros em trânsito estão isentos do teste de PCR negativo.

O Egito está reaberto para brasileiros

Etiópia Atualizado em 13/07/2021

Exigências: Apresentar teste RT-PCR com resultado negativo realizado até 120h antes da chegada (não se aplica a menores de 10 anos de idade).

Namíbia Atualizado em 13/07/2021: A Namíbia suspendeu as restrições de entrada e retomou os voos internacionais.

Exigências: Apresentar teste RT-PCR com resultado negativo realizado até 7 dias antes do primeiro embarque da jornada (não se aplica a menores de 6 anos) e preencher o “Travel Health Questionnaire“, além de seguro viagem com cobertura para Covid-19.

Quênia

Atualizado em 30/07/2021 Exigências: Apresentar teste RT-PCR com resultado negativo, em inglês, realizado até 96h antes da chegada (não se aplica a menores de 5 anos). Preencher o formulário online “Travelers Health Surveillance Form”, que irá gerar um QR Code a ser apresentado na chegada. Passageiros sujeitos a exame médico na chegada e quarentena (confira as exceções aqui). Passageiros que tenham estado nos 14 dias anteriores na Índia não podem entrar.

Tanzânia Atualizado em 14/07/2021: Após o presidente John Magufuli declarar o país livre de coronavírus, a Tanzânia retomou os voos internacionais e reabriu-se ao turismo. Brasileiros podem viajar para a Tanzânia, contanto que obtenham o visto para o país — um requerimento pré-Covid.

Exigências: Apresentar teste RT-PCR com resultado negativo, realizado até 72h antes da chegada (menores de 5 anos isentos). Brasileiros estão sujeitos a teste de antígeno na chegada, às suas custas. Preencher o formulário “Traveler’s Surveillance Form” para apresentar na chegada.

Tunísia Atualizado em 26/07/2021 Exigências: Apresentar teste RT-PCR com resultado negativo e QR Code, em árabe, francês ou inglês, realizado até 72h antes do primeiro embarque da jornada (não aplicável para menores de 12 anos), em árabe, inglês ou francês e preencher o formulário “Health Declaration” antes da partida, que irá gerar um código QR a ser apresentado na chegada. Passageiros sujeitos a novo teste de Covid-19 na chegada e quarentena em hotel designado de 7 dias, mas passageiros recuperados da Covid-19 há pelo menos 6 semanas, com laudo médico, ou ainda com certificado de vacinação para Covid-19 com QR Code estão isentos deste requisito.

Zâmbia Atualizado em 14/07/2021: A emissão de visto na chegada encontra-se temporariamente suspensa, sendo necessário obter antecipadamente a autorização eletrônica de entrada (eVisa) ou visto na representação consular.

Exigências: Apresentar teste RT-PCR com resultado negativo realizado até 72h antes do primeiro embarque da jornada (não se aplica a menores de 5 anos). Preencher o formulário “Traveller Health Questionnaire” para apresentar na chegada. Passageiros sujeitos a novo teste de Covid-19 na chegada e quarentena – não aplicável para quem já está totalmente vacinado.

Zimbábue Atualizado em 29/03/21: O Zimbábue retomou os voos internacionais e já está recebendo visitantes.

Exigências: Apresentar teste RT-PCR com resultado negativo realizado até 48h antes do primeiro embarque da viagem (não se aplica a menores de 3 anos).

Países abertos aos brasileiros nas Américas

Aruba Atualizado em 22/07/2021 Exigências: Apresentar teste RT-PCR negativo para Covid-19 realizado até 72h antes do embarque (menores de 15 anos isentos) ou realizar um teste na chegada pré-pago (custo de US$ 75). O formulário “Health Assessment” deverá ser preenchido e enviado até 72h antes do embarque, ele irá gerar uma autorização de viagem que deverá ser apresentada no check-in. Possuir seguro sáude com cobertura para Covid-19 (saiba mais). Passageiros sujeitos a novo teste RT-PCR na chegada, às suas custas.

Bahamas Atualizado em 12/07/2021: A partir do dia 1º de maio passageiros com certificado de vacinação para coronavírus não precisarão apresentar teste RT-PCR.

Exigências: Apresentar teste NAAT, PCR, RNA, RT-PCR ou TMART-PCR negativo para Covid-19 emitido até 5 dias antes da chegada (menores de 11 anos são isentos). O resultado do teste deve ser enviado junto com o formulário preenchido do Bahamas Health Visa Card, além de ser apresentado impresso na chegada.

Passageiros com comprovantes de vacinação das vacinas AstraZeneca (Vaxzevria), Janssen, Moderna ou Pfizer-BioNTech, com a segunda dose (se aplicável) tendo sido tomada há pelo menos 14 dias, estão isentos de apresentar teste RT-PCR. Passageiros com trânsito no Haiti não serão admitidos.


Barbados Atualizado em 26/07/2021: Barbados suspendeu a isenção de visto para brasileiros, que agora devem solicitar o visto antes da viagem.

Exigências: Apresentar teste RT-PCR negativo para Covid-19, em inglês, realizado até até 3 dias antes da chegada (menores de 5 anos acompanhados de seus guardiões legais estão isentos). O formulário “Immigration/Customs Form” deve ser preenchido e apresentado na chegada. Passageiros sujeitos a novo teste RT-PCR na chegada e quarentena (saiba mais aqui).

Belize Atualizado em 12/07/2021: Belize reabriu oficialmente para o turismo em 1º de outubro de 2020.

Exigências: Apresentar teste RT-PCR negativo para Covid-19 realizado até 96h ou teste rápido de antígeno realizado até 48h antes do primeiro embarque da jornada (menores de 5 anos isentos).

Passageiros totalmente vacinados há pelo menos 14 dias antes da chegada com as vacinas AstraZeneca, Janssen, Moderna, Pfizer-BioNTech, Sinopharm ou Sinovac estão isentos de apresentar o teste (mais detalhes aqui). Baixar o aplicativo Belize Health Travel App e gerar um QR Code para apresentar na chegada. Somente são aceitas reservas em hotéis pré-selecionados.

Bermudas Atualizado em 12/07/2021: O território britânico das Bermudas reabriu para viajantes internacionais em 1º de julho de 2020.

Exigências: Apresentar teste RT-PCR negativo para Covid-19 feito até 4 dias antes da chegada (menores de 2 anos isentos). Quarentena obrigatória de 14 dias em hotel aprovado pelo governo (ver lista) – não se aplica a passageiros totalmente vacinados há mais de 14 dias, com as vacinas AstraZeneca, Janssen, Moderna ou Pfizer-BioNTec. Os visitantes também precisarão preencher um formulário de autorização de viagem e pagar US$ 75 de taxa. Saiba mais detalhes.

Bolívia Atualizado em 12/07/2021: A Bolívia fechou suas fronteiras terrestres com o Brasil para conter a variante P1 do coronavírus. Porém voos para o país andino, seguem autorizados.

Exigências: Apresentar teste RT-PCR negativo para Covid-19 feito até 72h antes do primeiro voo da jornada (menores de 5 anos isentos) e preencher o formulário “Declaracion Jurada del viajero para el seguimiento COVID-19” deve ser apresentado na chegada. Obrigatório seguro saúde com cobertura para Covid-19. Passageiros sujeitos a quarentena de 10 dias na chegada.

Colômbia Atualizado em 12/07/2021: A Colômbia deixou de exigir o exame RT-PCR para viajantes.

Exigências: Preencher o formulário “Check Mig” até 24h antes da partida.

Costa Rica Atualizado em 30/07/2021: A Costa Rica reabriu para visitantes estrangeiros em 1º de novembro de 2020.

Exigências: Passageiros devem preencher o formulário “Pase de Salud” antes da partida e apresentar o QR Code recebido ao final na chegada à Costa Rica. Seguro de saúde com cobertura para Covid-19 com cobertura para tratamento e hospedagem (não se aplica a menores de 18 anos) – a partir do dia 01/08/21 passageiros totalmente vacinados contra Covid-19 há pelo menos 14 dias não precisam apresentar este seguro.


Cuba Atualizado em 12/07/2021: Cuba reabriu para visitantes internacionais em 15 de novembro de 2020, e é o primeiro país do mundo a oferecer vacina da Covid-19 para turistas estrangeiros. Embora o turismo de vacina ainda não esteja totalmente implementado, a medida deve incentivar viagens para a ilha caribenha.

Exigências: Apresentar resultado negativo em teste RT-PCR realizado até 72h antes da chegada. Preenchimento do formulário de “Declaración de Sanidad del Viajero”. Pagar uma taxa sanitária de US$ 30 na chegada. Curaçao Atualizado em 12/07/2021: Curaçao reabriu para o turismo.

Exigências: É necessário apresentar teste RT-PCR negativo realizado até 72h antes do primeiro embarque da jornada ou teste de antígenos realizado 24h antes do último voo direto para o Curacao (menores de 7 anos estão isentos), preencher os formulários “Digital Immigration Card” e “Public Health Locator Card” preenchido até 48h antes do embarque e seguro saúde com cobertura para Covid-19 (saiba mais).

El Salvador Atualizado em 13/07/2021 Exigências: Apresentar teste RT-PCR, LAMP ou NAAT com resultado negativo realizado até 72 h antes da chegada (não se aplica a passageiros com menos de 2 anos de idade) ou certificado de vacinação completa contra Covid-19.

Equador Atualizado em 19/07/2021: Desde 6 de julho de 2020 o Equador passou a aceitar novamente visitantes estrangeiros.

Exigências: Apresentar teste RT-PCR com resultado negativo ou de antígenos realizado até 72h antes do embarque ou certificado de vacinação completa contra Covid-19 há mais de 14 dias, ou ainda certificado de recuperação de Covid-19 assinado por um médico (não se aplica a passageiros com menos de 2 anos de idade). Preencher o formulário “Declaración de Salud del Viajero“. Passageiros vindos do Brasil estão sujeitos a um teste rápido na chegada e quarentena de 10 dias, às suas custas.

México Atualizado em 13/07/2021: O México está reaberto para turistas estrangeiros e recebendo voos internacionais. O país é um dos poucos no mundo que não exige exame prévio ou quarentena na chegada. Exigências: Uso de máscaras em locais públicos. O Cuestionario de indentificacion de factores de riesgo en viajeros deve ser apresentado na chegada.

Panamá Atualizado em 14/07/2021 Exigências: Apresentar teste RT-PCR ou de antígeno com resultado negativo, em inglês ou espanhol, realizado até 72h antes do embarque. Preencher o formulário “Declaracion Jurada de Salud” preenchido na chegada. Passageiros vindos do Brasil, ou que aqui tenham passado nos últimos 15 dias terão que fazer novo teste para Covid-19 na chegada, às suas custas, e estão sujeitos a quarentena de 14 dias.

Paraguai Atualizado em 20/07/2021: Desde o dia 7 de abril de 2021, brasileiros terão que fazer uma quarentena de 7 dias ao chegar no Paraguai.

Exigências: Apresentar teste LAMP, NAAT ou RT-PCR com resultado negativo realizado até 72h antes do primeiro embarque da jornada (menores de 11 anos estão isentos). Passageiros com teste positivo para Covid-19 realizado a pelo menos 14 dias e não mais que 90 dias estão isentos de apresentar os testes acima.

É preciso preencher o formulário “Traveler’s Health Information” até 24h antes do embarque, que irá gerar um QR Code a ser apresentado na chegada. Passageiros que tenham estado ou transitado no Reino Unido nos últimos 14 dias não podem entrar. A partir do dia 07/04/2021 passageiros vindos do Brasil estão sujeitos a quarentena de 5 dias.

República Dominicana Atualizado em 14/07/2021: A República Dominicana, destino do Caribe famoso pelas praias de Punta Cana, reabriu para turistas internacionais em 1º de julho de 2020.

Exigências: Apresentar teste RT-PCR com resultado negativo realizado 72h antes da chegada ou certificado de vacinação completa há pelo menos 21 dias antes da chegada (não se aplica a menores de 5 anos). Preencher o formulário “Electronic Ticket” que irá gerar um QR Code a ser apresentado na chegada (saiba mais).

St. Martin Atualizado em 30/07/2021: O lado francês da ilha reabriu para brasileiros vacinados, porém é bom salientar que o lado holandês (St. Maarten) não.

Exigências: Apresentar teste RT-PCR com resultado negativo realizado até 72 do primeiro embarque da jornada, ou de antígeno realizado até 48h do primeiro embarque da jornada (menores de 12 anos de idade estão isentos) e o comprovante de vacinação contra Covid-19, com imunização total com as vacinas: Janssen, há pelo menos 28 dias; AstraZeneca, Covishield, Moderna ou Pfizer-BioNTech há pelo menos 7 dias antes da chegada; ou ainda a primeira dose destas últimas vacinas e a comprovação de infecção prévia por Covid-19, com laudo médico que comprove a recuperação. É necessário ainda preencher uma declaração.

Turks and Caicos Atualizado em 30/07/2021: A partir do dia 28 de julho de 2021 os testes aceitos deverão ser realizados até 3 dias antes do embarque. Exigências: Apresentar teste RT-PCR ou NAAT com resultado negativo realizado até 3 dias antes do embarque (não se aplica a passageiros com menos de 10 anos) e obter autorização prévia de viagem até 24h antes do embarque. É obrigatório ao passageiro possui seguro saúde com cobertura para o tratamento de Covid-19.

Países abertos aos brasileiros na Ásia e Oriente Médio

Camboja Atualizado em 12/07/2021: O Camboja voltou a receber turistas estrangeiros, embora os novos requisitos de entrada exijam testes obrigatórios, quarentena, depósito de 2 mil dólares, taxas extras e outros procedimentos não muito claros, dificultando bastante a viagem. Os vistos na chegada e e-visas estão suspensos.

Exigências: Apresentar teste RT-PCR negativo para Covid-19, em inglês, realizado até 72 horas antes do primeiro embarque e seguro saúde emitido pela seguradora FORTE de pelo menos US$ 50.000. Depósito de US$ 2.000 caso seja necessário tratamento médico e outras taxas extras. Caso alguém no voo esteja contaminado, os demais passageiros serão obrigados a ficar de quarentena por 14 dias. Passageiros sujeitos a novo teste na chegada.

O Camboja é um dos poucos países do Sudeste Asiático reabertos

Catar Atualizado em 15/07/2021: O Catar reabriu no dia 12 de julho de 2021 para visitantes totalmente vacinados. As regras relativas ao stop-over (parada) no Catar ainda não foram definidas e deverão ser divulgadas nas próximas semanas.

Exigências: Estar totalmente vacinado há pelo menos 14 dias com as vacinas Pfizer BioNTech, Moderna, Oxford/AstraZeneca, Janssen – quem tiver sido vacinado com a Sinopharm ou Coronavac também será aceito, sendo submetido a um teste adicional de antígenos na chegada e aguardar o resultado por 24h em hotel de quarentena aprovado pelo governo. O certificado de vacinação deverá ter um QR Code, nome igual ao passaporte, datas das vacinações, nome da vacina, número do lote e selo oficial da autoridade que vacinou e tem validade de 12 meses após a segunda dose ou dose única.

É ainda obrigatório apresentar teste RT-PCR negativo para Covid-19 obtido até 72h antes do embarque. Um novo teste RT-PCR será realizado na chegada, no Aeroporto de Doha, ao custo de 300 QAR (cerca de R$ 420).

Todos os passageiros deverão ainda se registrar no aplicativo Ehteraz (clique aqui), que deverá estar ativo no celular na chegada.


Nele o viajante deverá se cadastrar e enviar a documentação comprovando a imunização em até 12 horas antes da chegada ao país. Após o envio e análise, será emitida uma autorização de viagem que deverá ser apresentada no check-in e também na imigração no Catar.

Menores de 11 anos seguem o mesmo regime dos pais – se vacinados, terão o mesmo tratamento dos vacinados. Adolescentes de 12 a 17 não vacinados terão que fazer quarentena acompanhados de pelo menos um dos pais, mesmo que este último esteja vacinado.

Emirados Árabes Unidos Atualizado em 13/07/2021: Os Emirados Árabes Unidos anunciaram a reabertura das fronteiras para turistas em 7 de julho de 2020, inclusive para brasileiros.

Cada emirado tem suas próprias regras; passageiros que saiam de Dubai em direção a Abu Dhabi também precisarão fazer um novo teste.

Exigências: Apresentar teste RT-PCR com resultado negativo, em árabe ou inglês, realizado em laboratório aprovado (confira a lista aqui) até 72h antes do embarque do último voo direto para os Emirados (menores de 12 anos estão isentos). É preciso baixar e criar uma conta no app DXB Smart. É preciso apresentar seguro de saúde com cobertura para Covid-19. Um novo teste de Covid-19 será realizado na chegada a Dubai. Passageiros que tenham estado ou transitado em Afeganistão, África do Sul, Bangladesh, Congo, Índia, Indonésia, Libéria, Namíbia, Nepal, Nigéria, Paquistão, Serra Leoa, Sri Lanka, Uganda, Vietnã ou Zâmbia nos últimos 14 dias não serão admitidos.

Jordânia Atualizado em 13/07/2021 Exigências: Apresentar teste RT-PCR com resultado negativo realizado até 72h antes do primeiro embarque (não se aplica a menores de 5 anos) e preencher os formulários “Passenger Health Declaration Form” e “Locator Form” (mais informações no site Visitjordan.gov.jo). Além disso é preciso ter seguro saúde com cobertura para Covid-19 e baixar o aplicativo “AMAN” no celular.

Passageiros terão ainda que passar por um teste RT-PCR na chegada (não se aplica a menores de 5 anos), às suas custas, e o pagamento deve ser realizado antes do embarque (veja aqui). Passageiros que tenham passado nos últimos 45 dias pela Índia ou 14 dias em Bangladesh, Butão, Nepal, Mianmar, Paquistão ou Sri Lanka não podem entrar.


Petra, na Jordânia: país está recebendo voos internacionais

Líbano Atualizado em 13/07/2021 Exigências: Apresentar teste RT-PCR com resultado negativo realizado até 96h antes da chegada (menores de 12 anos estão isentos).


Passageiros totalmente vacinados há pelo menos 15 dias ou com laudo médico atestando recuperação da Covid-19 há no máximo 90 dias estão isentos. Um novo teste RT-PCR será realizado na chegada (menores de 12 anos estão isentos). É preciso preencher o formulário “Airport Tracking Registration Form” e apresentar impresso na chegada. É preciso ainda baixar o aplicativo “covidlebtrack”. Passageiros vindos do Brasil devem ter uma reserva em hotel aprovado pelo governo de 4 noites (vacinados e recuperados isentos). Passageiros que tenham estado na Índia nos últimos 14 dias não podem entrar.


Maldivas Atualizado em 26/07/2021: Passageiros com comprovante de vacinação para Covid-19 também precisam apresentar teste RT-PCR com resultado negativo. O visto na chegada retornou.

Exigências: Apresentar teste RT-PCR com resultado negativo realizado até 96h antes do primeiro embarque da viagem (não se aplica a menores de 1 ano). Passageiros cuja viagem tenha demorado mais de 24h deverão repetir o teste. O certificado deve conter o nome igual ao passaporte do passageiro e também o nome e endereço do laboratório que realizou o teste.

É necessário ter uma reserva de hotel para toda a estadia no país. Passageiros devem ainda preencher o formulário “Traveller Health Declaration” nas 24h que antecedem o embarque.

As Maldivas estão reabertas para turistas estrangeiros Tailândia Atualizado em 14/07/2021: A Tailândia reabriu as fronteiras e voltou a aceitar turistas estrangeiros, inclusive brasileiros, que são isentos de visto por 90 dias. Os vistos na chegada estão suspensos.

Exigências: Apresentar teste RT-PCR negativo, em inglês, realizado até 72h antes do primeiro embarque da viagem. Seguro saúde com cobertura para coronavírus de pelo menos US$ 100.000; Comprovante de reserva em um dos hotéis autorizados pelo governo (confira a lista) para a quarentena obrigatória de 15 dias; além do Certificado de Entrada (Certificate of Entry – COE) emitido pela Embaixada obtido online através do site https://coethailand.mfa.go.th. Também é necessário apresentar um atestado médico que confirme que você está em condições de voar. Por fim é necessário instalar o aplicativo Thailand Plus no celular, usando o número COE e código de referência.


Países abertos aos brasileiros na Europa

Albânia Atualizado em 12/07/2021: Todas as restrições de entrada na Albânia foram suspensas em 1º de julho de 2020, permanecendo as regras pré-pandemia. Brasileiros podem viajar para a Albânia como turistas, sem visto.

Exigências: A partir do dia 1º de junho de 2021 o uso de máscaras em lugares públicos não é mais obrigatório, ela permanece obrigatória em lugares fechados para todos com 11 anos ou mais.

Alemanha Atualizado em 20/08/2021: A partir do próximo dia 22 de agosto, brasileiros com vacinação completa contra a Covid-19 com os imunizantes da Pfizer, Moderna, AstraZeneca e Johnson & Johnson poderão viajar novamente para a Alemanha a turismo. Leia aqui mais detalhes sobre a reabertura da Alemanha aos brasileiros.

Crianças que ainda não completaram doze anos de idade e ainda não foram vacinadas poderão entrar apresentando um teste negativo (PCR ou de antígeno) acompanhadas de pelo menos um dos pais totalmente vacinado. Crianças que ainda não completaram seis anos de idade não precisam apresentar um comprovante de teste.

Será necessário ter passado no mínimo 14 dias da data da última dose da vacina, ou da dose única, e realizar o registro digital de entrada. O comprovante de vacinação será exigido pelas companhias aéreas e pelas autoridades imigratórias, devendo estar em inglês, alemão, francês, espanhol ou italiano.

Andorra Atualizado em 12/07/2021: Turistas vindos do Brasil terão dificuldade de chegar em Andorra, já que o pequeno principado não possui aeroporto. Porém estão autorizados a entrar, seguindo as duras regras abaixo.

Exigências: Apresentar teste RT-PCR negativo para Covid-19 realizado 72h antes da chegada em Andorra (menores de 7 anos isentos). Quarentena obrigatória de 14 dias.

Armênia Atualizado em 12/07/2021: A Armênia reabriu as fronteiras para turistas estrangeiros em 14 de agosto, porém suspendeu a emissão do visto na chegada (visa on arrival).

Exigências: Apresentar teste RT-PCR negativo para Covid-19 realizado até 72h antes da chegada em inglês, armênio ou russo ou certificado de vacinação completa há pelo menos 14 dias antes da chegada (neste caso será realizado um exame RT-PCR na chegada, seguido de quarentena até o resultado, às custas do passageiro). As regras não se aplicam a menores de 1 ano. Croácia Atualizado em 12/07/2021 Exigências: Apresentar resultado negativo em teste RT-PCR realizado até 48h antes da chegada, preencher os formulários “Enter Croatia Form” (a ser submetido online antes da partida) e “Passenger Locator Form” (a ser apresentado na chegada). Brasileiros viajando a turismo devem ter acomodação confirmada e estão sujeitos a quarentena obrigatória de 14 dias, que poderá ser reduzida mediante resultado negativo em teste RT-PCR no 7º dia de isolamento (mais detalhes aqui).

Espanha Atualizado em 24/08/2021: A Espanha reabriu suas fronteiras aos turistas brasileiros vacinados desde o dia 24 de agosto de 2021.

Exigências: Turistas totalmente imunizados com as vacinas Pfizer, Moderna, Janssen, AstraZeneca, Sinovac e Coronavac/Butantã não precisarão apresentar RT-PCR ou fazer quarentena. A segunda dose ou dose única deverá ter sido aplicada pelo menos 14 dias antes do embarque. Também será necessário preencher o formulário Spain Travel Health. Depois de preenchido, basta apresentar o QR code no momento do embarque e na chegada à Espanha.

Finlândia Atualizado em 30/07/2021: A Finlândia voltou a admitir brasileiros vacinados desde o dia 25/07/21.

Exigências: Apresentar certificado de vacinação completa das seguintes vacinas: Pfizer-BionTech; Spikevax ( Moderna); Vaxzevria (AstraZeneca); Janssen; Sinopharm; Covishield; ou Coronavac.

A última dose (ou única, no caso da Janssen) deve ter sido administrada há pelo menos 14 dias antes da chegada e o certificado de vacinação deverá constar nome, sobrenome, data de nascimento, nome da vacina, data da(s) vacinação (ões) e confirmação de autenticidade (assinatura, carimbo ou outro tipo de comprovação).

França Atualizado em 20/07/2021: A França reabriu apenas para brasileiros vacinados.

Exigências: Apresentar teste RT-PCR com resultado negativo realizado até 48h antes do primeiro embarque da jornada (não se aplica a menores de 12 anos). Como somente brasileiros totalmente vacinados podem entrar, é preciso apresentar o comprovante de vacinação, que comprove ter recebido a dose única da vacina Janssen há pelo menos 28 dias antes da chegada ou 7 dias da segunda dose antes da chegada para as vacinas AstraZeneca, Covishield, Moderna ou Pfizer-BioNTech.

A Coronavac, por enquanto, não está na lista de vacinas aprovadas pela Agência Europeia, apesar de já ter sido liberada pela Organização Mundial de Saúde e estar em fase final de análise pela EMA.

Passageiros que tenham recebido a primeira dose da AstraZeneca, Covishield, Moderna ou Pfizer-BioNTech há pelo menos 7 dias antes da chegada, mas com infecção prévia por Covid-19 comprovada (laudo médico), também estão autorizados a viajar para a França (saiba mais).


Irlanda Atualizado em 30/07/2021 Exigências: Apresentar teste RT-PCR com resultado negativo realizado até 72h antes da chegada (não se aplica a menores de 12 anos).


Passageiros devem permanecer em quarentena de 14 dias em hotel designado (confira a lista aqui), às suas custas. Passageiros totalmente vacinados com Pfizer-BioNTech há pelo menos 7 dias antes da chegada; com Moderna ou Janssen há pelo menos 14 dias antes da chegada; ou AstraZeneca há pelo menos 15 dias antes da chegada; ou ainda recuperados da Covid-19 nos últimos 180 dias com laudo médico, estão isentos da quarentena. Todos maiores de 16 anos devem preencher o formulário “Passenger Locator Form” (saiba mais aqui).

A Irlanda está reaberta para viajantes brasileiros, mas exige quarentena

Islândia Atualizado em 30/07/2021: Brasileiros vacinados podem viajar para Islândia.

Exigências: Apresentar teste RT-PCR com resultado negativo, em dinamarquês, inglês, islandês, norueguês ou sueco, realizado até 72h antes do embarque (não se aplica a menores de 16 anos). Preencher o formulário “Preregistration for visiting Iceland” antes da chegada. Brasileiros devem ainda apresentar o comprovante, em dinamarquês, inglês, islandês, norueguês ou sueco, de que estão totalmente vacinados há pelo menos 14 dias antes da chegada (saiba mais).

Brasileiros estão ainda sujeitos a um teste RT-PCR na chegada e quarentena de 10 dias (saiba mais).

Sérvia Atualizado em 14/07/2021: Desde 22 de maio de 2020 a Sérvia está aberta para turistas. Brasileiros podem viajar para a Sérvia sem visto.

Exigências: Apresentar teste RT-PCR ou teste rápido de antígenos com resultado negativo realizado até 48h antes da chegada (não se aplica a menores de 12 anos). Recuperados da Covid-19 há no mínimo 14 e no máximo 180 dias, com laudo médico, estão Passageiros sujeitos a quarentena de 10 dias na chegada e novo teste (mais detalhes aqui).

Suíça Atualizado em 26/07/2021: A Suíça anunciou a liberação para entrada de brasileiros vacinados desde o dia 26 de junho de 2021.

Exigências: Turistas totalmente imunizados com as vacinas Pfizer, Moderna, Janssen, AstraZeneca, Sinovac e Coronavac/Butantã não precisarão apresentar RT-PCR ou fazer quarentena. Porém quem tiver tomado a vacina da Janssen deverá aguardar o 22º dia após a aplicação da dose única da vacina para o embarque.

Crianças de até 16 anos serão isentas de comprovação de vacinação ou teste e poderão viajar com os pais vacinados. Todos precisarão preencher um formulário com informações de contato e o local de hospedagem.


Turquia Atualizado em 14/07/2021: A Turquia suspendeu a entrada de passageiros vindos em voos do Brasil em razão da nova variante do coronavírus que circula por aqui. Apesar disso, brasileiros não estão impedidos de entrar no país se vierem de outros lugares. Não é necessário visto de turismo para entrar na Turquia e visitar lugares como Istambul ou a Capadócia.

Exigências: Apresentar teste RT-PCR com resultado negativo realizado até 72h da chegada (não se aplica a passageiros com menos de 6 anos). Preencher o formulário “Traveler Entry Form” para apresentar na chegada. Brasileiros estão sujeitos a novo teste RT-PCR na chegada e quarentena de 14 dias na chegada (saiba mais). Turquia está reaberta para viajantes brasileiros, sem exigência de teste negativo de Covid-19

Ucrânia Atualizado em 14/07/2021: A Ucrânia reabriu as fronteiras em 28 de setembro, dividindo as nacionalidades em “zona verde” (países com poucos casos e que não precisam de quarentena) e “zona vermelha”, onde a quarentena é obrigatória. O Brasil está na zona vermelha. Consulte mais informações sobre as exigências da Ucrânia.

Exigências: Apresentar teste RT-PCR com resultado negativo realizado até 72h antes da chegada ou certificado de vacinação total contra Covid-19 com as vacinas AstraZeneca, Janssen, Moderna, Pfizer-BioNTech, Sinopharm ou Sinovac (não se aplica a menores de 12 anos).


É necessário seguro saúde com cobertura para Covid-19. Passageiros que tenham estado nos 14 dias anteriores na Índia, Portugal, Rússia ou Reino Unido estão sujeitos a quarentena (mais detalhes aqui). Países abertos aos brasileiros na Oceania

Polinésia Francesa Atualizado em 14/07/2021 Exigências: Apresentar teste RT-PCR com resultado negativo realizado até 72h ou teste de antígeno realizado 48h, antes do primeiro embarque da viagem (não se aplica a menores de 11 anos). É necessário obter uma autorização prévia de viagem e preencher o formulário “ETIS Application” entre 30 e 6 dias antes da viagem, que irá gerar um QR Code a ser apresentado na chegada. É necessário ainda preencher uma declaração juramentada. Passageiros sujeitos a novo teste de antígeno na chegada, às suas custas (não se aplica a menores de 7 anos) e à quarentena de 10 dias. Passageiros totalmente vacinados há pelo menos 14 dias antes do embarque com as vacinas AstraZeneca, Janssen, Moderna ou Pfizer-BioNTech estão isentos da quarentena (saiba mais).

Brasileiros podem viajar para os Estados Unidos?

Sim, brasileiros podem viajar para os Estados Unidos durante a pandemia. Na verdade, nunca fomos proibidos. Os Estados Unidos permitem a entrada de brasileiros, desde que não estejam vindo direto do Brasil e tenham cumprido quarentena de 14 dias em outro país.

Por exemplo, caso um viajante brasileiro queira visitar os Estados Unidos, ele pode viajar para países como México (onde somos aceitos sem restrição e há voos diretos saindo do Brasil), permanecer por 14 dias, e logo em seguida embarcar em direção aos EUA.

91 visualizações0 comentário
bottom of page